O que é Aquaponia?

O que é Aquaponia?

O que é aquaponia?

A palavra “AQUAPONIA” é derivada da combinação entre “aquicultura” (produção de organismos aquáticos) e “hidroponia” (produção de plantas sem solo).

    É um sistema integrado de cultivo de peixes com o cultivo de plantas, aproveitando o nutriente de forma eficiente em um sistema de recirculação.

    Atualmente é difundido amplamente nos países desenvolvidos, para produzir planta e peixes de alta qualidade e abastecer o mercado local. Este tipo produção utiliza apenas 10 % da água, que pode se tornar uma alternativa de produção sustentável no Brasil, em locais com acesso a pouca água e por utilizar sistema de hidroponia, onde não requer a utilização do solo para o cultivo de plantas, podendo ser solução para locais onde não há solos, como regiões áridos e semiáridos como no centro-oeste e nordeste.

    A aquaponia tem por princípio a produção de alimentos saudáveis como produção de peixes, valiosas fontes nutricionais com menos colesterol e gorduras saturada e hortaliças livre de agrotóxicos, com uma visão de respeito ao meio ambiente e atendimento às atuais demandas de um mercado consumidor mais consciente e exigente.

No sistema aquapônico, os peixes são criados em um tanque onde produzem excrementos ricos em nutrientes, como nitrogênio e fósforo. Esses excrementos são convertidos por bactérias benéficas em compostos solúveis em água, que são absorvidos pelas plantas como alimento. As plantas, por sua vez, filtram a água, removendo os resíduos tóxicos para os peixes. A água limpa é então devolvida ao tanque de peixes, completando o ciclo.

As bactérias benéficas presentes no sistema de aquaponia desempenham um papel importante na conversão dos resíduos dos peixes em nutrientes disponíveis para as plantas. Esse processo é conhecido como ciclo do nitrogênio, em que as bactérias convertem a amônia, produzida pelos peixes através de suas excreções, em nitrito e depois em nitrato, que as plantas utilizam como fonte de nutrientes.

Esse sistema fechado reduz significativamente o uso de água em comparação com a agricultura tradicional e elimina a necessidade de fertilizantes químicos, pois os nutrientes são fornecidos pelos próprios peixes. Além disso, a aquaponia elimina a poluição da água, pois os resíduos dos peixes são reciclados e utilizados pelas plantas.

A aquaponia oferece várias vantagens, como o cultivo de alimentos frescos o ano todo, a economia de espaço e a possibilidade de produzir tanto peixes como vegetais em um único sistema. É uma abordagem cada vez mais popular em sistemas de produção agrícola sustentável, tanto em pequena escala para uso doméstico como em grande escala para produção comercial.

A aquaponia pode ser implementada em diferentes escalas, desde sistemas residenciais até sistemas comerciais ou comunitários. É uma abordagem inovadora e cada vez mais popular para o cultivo de alimentos, aproveitando a interação simbiótica entre peixes e plantas para criar um sistema produtivo e sustentável.

A instalação de um sistema de aquaponia pode variar dependendo da escala e do ambiente em que você deseja implementá-lo. No entanto, aqui estão os passos básicos para instalar um sistema de aquaponia em pequena escala:

Planejamento e projeto: Antes de começar a instalação, é importante planejar e projetar seu sistema de aquaponia. Considere o espaço disponível, o tipo de plantas e peixes que deseja cultivar, a capacidade do sistema e os recursos necessários. Faça um desenho ou projeto esquemático do sistema para ter uma visão clara de como será a disposição dos componentes.

Tanque de peixes: Comece instalando o tanque para os peixes. Escolha um tanque adequado ao tamanho e ao número de peixes que você deseja criar. Certifique-se de que o tanque seja resistente o suficiente para suportar o peso da água. Instale um sistema de aeração para fornecer oxigênio aos peixes.

Sistema de filtragem: Configure um sistema de filtragem para remover partículas sólidas e manter a água limpa. Isso pode incluir filtros mecânicos, como peneiras ou filtros de mídia, para remover detritos e resíduos. Além disso, um biofiltro é essencial para a conversão dos resíduos dos peixes em nutrientes assimiláveis pelas plantas.

Leito de cultivo: Determine o tipo de leito de cultivo que você irá utilizar, como cascalho, argila expandida ou lã de rocha. Instale os leitos de cultivo acima do tanque de peixes, de forma que a água possa fluir dos peixes para as plantas. Certifique-se de que os leitos de cultivo estejam nivelados e estáveis.

Plantas e sementes: Escolha as plantas que deseja cultivar na aquaponia. Pode ser uma variedade de vegetais, ervas aromáticas ou até mesmo plantas frutíferas. Plante as sementes ou mudas nos leitos de cultivo, garantindo que as raízes tenham contato direto com a água.

Ciclo inicial: Após a instalação dos componentes principais, encha o tanque com água e adicione os peixes. Monitore os parâmetros da água, como pH e amônia, e certifique-se de que sejam adequados para o cultivo de peixes e o crescimento das plantas. Aguarde algumas semanas para que o sistema se estabilize e as bactérias benéficas se estabeleçam.

Manutenção contínua: Uma vez que o sistema esteja em funcionamento, monitore regularmente a qualidade da água, o crescimento das plantas e a saúde dos peixes. Alimente os peixes adequadamente e verifique se o sistema de filtragem está funcionando corretamente. Faça as correções necessárias nos parâmetros da água e realize as tarefas de manutenção regularmente.

Lembre-se de que a instalação de um sistema de aquaponia requer conhecimento e pesquisa. Considere buscar orientação adicional em livros, cursos online ou consultando especialistas em aquaponia.

 

Olá, fale conosco!